Do tempo da vovó: O melhor dos filmes antigos

Filmes, Cinema. Eis unas palavrinha que desperta variadas emoções e lembranças. Boas lembranças, lembranças surgida no fim do século XIX (eu acho, segundo as minhas pesquisas rs) e hoje é a sétima arte faz parte da vida de todos nós. Pode apostar que os roteiros, atores e diretores mais incríveis surgiram lá, no passado. Antigamente, quando recursos eram escassos e a televisão mal existia, os muitos esforços resultaram em obras primas. Se quer fugir da mesmice e conhecer filmes que marcaram época e até hoje influenciam nossa sociedade, confira minhas dicas de cinema clássico do tempo da vovó, do tempo da minha vó, da sua vó, da nossa vó! Então:
Cinderela em Paris - Lançado no fim dos anos 50, Cinderela em Paris, traz uma história fofa e inusitada sobre moda e amor. Audrey Hepburn é uma mocinha intelectual e teimosa, Fred Astaire, um fotógrafo charmoso. Juntos percorrem Paris, tirando fotos em pontos turísticos memoráveis da capital francesa. Audrey, eterna Bonequinha de Luxo, aqui está no auge de sua beleza e elegância. Ao lado de Astaire, o rei do sapateado, forma uma dupla encantadora. É impossível não suspirar com os dois, com os cenários, figurinos e músicas delicadas. Para ver e viajar até a Paris cheia de luzes de outro tempo.
O garoto - Os filmes mudos do incrível Charlie Chaplin atravessaram um século inteiro com temas profundos, sempre atuais. Indo além de títulos como Tempos Modernos, O grande ditador, O garoto conquista por sua simplicidade e doçura. O atrapalhado Carlitos adota sem querer um bebê e vive as mais loucas situações com o garotinho que aprende a amar. Filme curto, leve, diferente dos outros de Chaplin. Nele não há as fortes mensagens políticas e sociais, só amor do início ao fim, cenas fofas, trilha sonora linda. Temos Mary Pickford como uma mãe sofredora, que junto do vagabundo e o menino, sem dizer uma única palavra, há quase cem anos conseguem emocionar e aquecer corações. 

O que aconteceu com Baby Jane? - Esse clássico do suspense traz duas das maiores e mais polêmicas estrelas do cinema americano, Bette Davis e Joan Crawford, como as irmãs Jane e Blanche e suas doentias e decadentes vidas. A trama agoniante e desesperadora revela os estragos psicológicos causados por Hollywood. Nela, as duas grandes atrizes já envelhecidas, roubam nosso fôlego, são impecáveis. Crepúsculo dos deuses e os longas do mestre Hitchcock, se assemelham e são tão geniais e incômodos quanto o filme. Mas, se queres viver horas de pura tensão e angústia, assista O que aconteceu com Baby Jane?!
O mágico de Oz - O ano 1939 marcou o mundo. O início da Segunda Guerra Mundial, ano de E o vento levou, O mágico de Oz, de quando o universo de Dorothy, Totó, homem de lata, espantalho, saiu das páginas do livro que marcou gerações, indo diretamente para as telonas. Um filme doce, colorido, cheio de efeitos extremamente inovadores para a época. Uma Judy Garland jovem e inocente emociona e canta a música que a tornaria lenda, Over the rainbow, sonhando com lugar melhor, sem problemas, longe das turbulências do mundo real. Judy, com seu vozeirão, simpatia e o talento imenso, mais tarde se tornaria a rainha dos musicais, dentre eles os famosos Agora seremos felizes e Nasce uma estrela.
Cabaret - Bem vindo ao Cabaret, aos submundos de Berlin. Lá habitam Sally, cantora decadente que sonha em ser atriz famosa, o pacato professor de inglês, o milionário sem escrúpulos. Cabaret é um espetáculo, literalmente, com seus números musicais ácidos, criticando brilhantemente a sociedade. De altos e baixos, oferece outra ótica da inconstância, o medo e a confusão da Alemanha de Hittler: a visão dos estrangeiros, judeus, a juventude acuada. Liza Minnelli fabulosa, herdeira do talento da mãe Judy Garland, se consagra e confunde a sua personagem icônica, Sally. Os olhos negros e a excentricidade lhe renderam um Oscar. Sua presença forte toma conta de todo o filme, fenomenal a cada minuto.
O Guarda-Chuvas do Amor - Dê o play e em uma hora e meia viaje até uma França colorida e musical, onde seguimos os passos de uma menina que pouco a pouco descobre as dores e alegrias da vida e principalmente, do amor. Les parapluies de Cherbourg de Jacques Demy marca a estreia de uma das mulheres mais lindas do cinema, Catherine Deneuve. Cath e sua beleza loura, típica dos anos 60, se misturam com a trama sutil, melancólica, repleta de  cores e doçura. Apesar de ser todo cantado, o filme não é cansativo; a trilha de Michel Legrand tocada do início ao fim é um charme só. Então corre e confere esse espetáculo aos olhos, ouvidos e alma que nos traz drama, romance e magia diretamente de 1964.

E então? Já viram algum da listinha? Gostaram? Indicariam mais algum filme? Conte pra gente nos comentários!

11 comentários :

  1. Amei as sugestões de Filmes, amoo o magico de OZ mas nunca assisti essa versão antiga. Quero assistir também :*
    lacinhorosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marilia?
      Assista garanto que vai gostar muito <3

      Beijos!

      Excluir
  2. Desta lista assisti os filmes, O Garoto e O Mágico de Oz. A música tema de Cabaret com a Liza Minelli cantando eu conhecia, mass não assisti o filme. Anotei os nomes dos outros filmes para assistir em breve. Parabéns pelo post.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspost.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arthur?
      Assista é um ótimo filme, garanto que também irá gostar do Os Guarda-Chuvas do Amor e O que aconteceu com Baby Jane?.

      Beijos!

      Excluir
  3. Desta lista assisti os filmes, O Garoto e O Mágico de Oz. A música tema de Cabaret com a Liza Minelli cantando eu conhecia, mass não assisti o filme. Anotei os nomes dos outros filmes para assistir em breve. Parabéns pelo post.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspost.com

    ResponderExcluir
  4. Já assisti cinderela em paris, o magico de oz e cabaret <3

    Mas quero assistir os outros sou louc apor filmes do tempo da vovó>
    Amei sue blog.

    Blog Avontade | Facebook do Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Grazielle?
      Pois somos duas loucas apaixonadas por filmes da antiguidade rs
      Obrigado, irei conhecer o seu também flor <3

      Beijos!

      Excluir
  5. Realmente demais, adoramos filmes antigos e principalmente séries ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amada?
      Sim também gosto muito de filmes e muito mais ainda de séries hahaa

      Beijos!

      Excluir
  6. Da lista só vi o Magico de Oz,e meu noivo conseguiu achar o dvd e comprou logo rs.
    Os outros não conhecia,mais fiquei curiosa. Adorei suas dicas de filmes antigos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá flor?
      Mágico de Oz é ótimo não é? Assista garanto que vai gostar muito <3

      Beijos amada!

      Excluir